WhatsApp pode estar perto de liberar uso de uma conta em quatro aparelhos.

0

WhatsApp está no estágio final dos testes do tão esperado recurso que permite usar uma conta em mais de um dispositivo ao mesmo tempo— quatro aparelhos, para ser mais preciso


 

Segundo o site WABetaInfo, que costuma antecipar as novidades do aplicativo (e acertar rumores). O recurso deve se chamar “Dispositivos Múltiplos” e será visto em breve em uma futura versão de testes. “O próximo passo será abrir o programa beta dentro do aplicativo”, diz o site.

A sincronização de um perfil em mais de um aparelho não vai exigir que o celular titular da conta tenha conexão com a internet. Com isso, será possível usar o WhatsApp Web no seu computador mesmo com o telefone desligado. De acordo com o site, o histórico de conversas e a função de silenciá-las já estão prontos para funcionar associados ao futuro recurso.

Ao que tudo indica, a função poderá ser habilitada ou desabilitada nas configurações do aplicativo. Uma vez que a pessoa decidir desativá-la, todas as sessões abertas serão encerradas automaticamente.

Essa não é a primeira vez que testes do tipo são encontrados. Em março deste ano, outra versão beta do WhatsApp já havia sinalizado que a empresa estudava uma forma de permitir o uso da mesma conta em diferentes aparelhos. Por exemplo, usar sua conta no seu celular e tablet. Em julho, alguns detalhes desse novo modo de sincronizar acabaram surgindo e foram compartilhados pelo WABetaInfo. A primeira imagem mostra a interface de configuração do aplicativo. Um dos itens é o “linked devices” (dispositivos vinculados, em tradução).

Uma vez selecionado, as informações da segunda imagem aparecem para o usuário. Um botão central para adicionar novos aparelhos fica em destaque. Logo abaixo, os dispositivos que já estavam conectados apareciam em lista.

Um dos desafios do WhatsApp está na questão da criptografia de ponta a ponta. Como é hoje, a troca de mensagens acontece diretamente entre dois dispositivos: o que envia e o que recebe o conteúdo. Por isso, não há armazenamento das mensagens em seus servidores, explica a empresa. Por enquanto, não há uma data confirmada para que a função comece a funcionar oficialmente dentro do aplicativo.

Deixe uma resposta

Deixe seu comentário!
Please enter your name here