Facebook é multado por violações de privacidade na Espanha

0

Outra multa relacionada à privacidade para o Facebook na Europa: o regulador espanhol de proteção de dados emitiu uma multa de 1.2 milhão de Euros contra o gigante das redes sociais para uma série de violações em relação às suas atividades de colheita de dados.


Uma agência reguladora da Espanha fez uma investigação para saber como o Facebook coleta, armazena e usa dados para fins publicitários. A análise concluiu que a empresa está fazendo isso sem obter o consentimento adequado do usuário.

Ele diz que identificou duas infracções graves e uma violação muito grave da lei de proteção de dados – com a sanção total quebrando para € 300,000 Euros para cada uma das primeiras brechas e € 600,000 Euros para o segundo.

A reguladora descobriu que o Facebook coleciona dados sobre ideologia, sexo, crenças religiosas, gostos pessoais e navegação – diretamente, através do uso dos usuários por parte de seus usuários ou de páginas de terceiros – sem, em seu julgamento, “informar claramente o usuário sobre o uso e propósito “.

Não obter o consentimento expresso dos usuários para processar dados pessoais sensíveis é classificado como uma infração muito grave de acordo com a lei local.

O uso de Cookies sem avisar

O uso do Facebook de cookies de navegação na web também foi encontrado em violação das leis de privacidade, com o regulador dizendo que os usuários confirmados não estão informados de que suas informações serão processadas através do uso de cookies quando estiverem navegando em páginas que não sejam do Facebook que contenham “Like” botão de conexão social – observando que, embora alguns dos usos desses dados sejam declarados como publicitários, o outro uso é “secreto”, ou seja, não divulgado pela empresa.

“Esta situação também ocorre quando os usuários não são membros da rede social, mas já visitaram uma de suas páginas, bem como quando os usuários registrados no Facebook pesquisam por páginas de terceiros, mesmo sem fazer logon no Facebook.

Nesses casos, a plataforma adiciona as informações coletadas nas referidas páginas ao associado à sua conta na rede social.

Portanto, a Agência Reguladora da Espanha considera que as informações fornecidas pelo Facebook aos usuários não cumprem os regulamentos de proteção de dados “, observou.

A reguladora também está infeliz com o fato de o Facebook não excluir os dados colhidos depois de ter terminado de usá-lo – dizendo que conseguiu verificar se o Facebook não exclui dados de hábitos de navegação na web, mas, de fato, “o retém e o reutiliza posteriormente associado ao mesmo usuário” .

Também achou isso verdade mesmo quando a empresa havia sido explicitamente solicitada a excluir dados por um usuário.

Deixe uma resposta

Deixe seu comentário!
Please enter your name here