Apple deve lançar dispositivo dobrável até 2021, afirmam especialistas

0
(FILES) In this file photo taken on September 9, 2015 a reporter walks by an Apple logo during a media event in San Francisco, California. Apple will release quarterly earnings figures July 31, 2018 as it flirts with a history-making, trillion-dollar market value based on its share price.To hit the trillion-dollar mark, Apple shares would have to climb about seven percent from the $189.91 price logged at the close of official trading Monday on the Nasdaq.The market is eager for news about demand for iPhones and how the company is riding out trade turbulence between the US and China. / AFP PHOTO / Josh Edelson

Pesquisa divulgada pelo banco UBS indica que Apple deve lançar dispositivo dobrável ano que vem, apesar de “2021 ser mais provável”. Maior problema a ser combatido pela Apple é preço do aparelho.


Parece que a Apple vai levar certo tempo até lançar seu smartphone dobrável. De acordo com uma pesquisa realizada pelo UBS, o mais provável é que a fabricante apenas insira um modelo desses no mercado em 2021 e que este pode ser tanto um iPhone quanto um iPad. O estudo foi divulgado recentemente pelo banco, seguido de uma nota a investidores.

Conforme divulgado pela CNBC, mais de um terço dos consumidores entrevistados pelo UBS tiveram interesse em comprar um smartphone dobrável, sendo a maioria deles compradores da Apple. Mas existe um grande problema na fabricação deste produto: seu preço.

“O preço continua sendo o principal obstáculo para a maioria das mentes dos consumidores”, dizem os analistas do UBS em uma nota a investidores. “A pesquisa indica uma maior disposição para pagar um prêmio (cerca de US$ 600) e, geralmente, maior interesse entre os compradores da Apple por produtos dobráveis”.

Ou seja, isso significa que consumidores estão dispostos a pagar até US$600 pelo aparelho, o que corresponde a R$2.380. Para efeitos de comparação, os aparelhos dobráveis que estão prestes a serem lançados no mercado têm um preço base de US$2000, o que equivale a quase R$8000.

“Isso sugere que a indústria precisará trabalhar para reduzir ainda mais os custos de dispositivos móveis dobráveis para decolar como categoria de produtos”, disse o UBS. O banco ainda disse acreditar que a Samsung será a responsável por abrir o caminho deste tipo de aparelho para outras empresas.

Voltando ao preço, este pode ser um dos motivos que leve a Apple a adiar o lançamento de seu aparelho. Mas o UBS está otimista. Para eles, a fabricante pode já apresentar algo neste estilo ano que vem, apesar de “2021 ser mais provável“. A crença por parte do banco é de que a Apple invista em um iPad dobrável primeiro.

Por fim, o UBS informou que sua pesquisa apontou a China como o país mais “aberto” aos smartphones dobráveis – o que lembra, para o banco, “como esse mesmo país impulsionou a adoção de smartphones com telas maiores”.

Deixe uma resposta

Deixe seu comentário!
Please enter your name here