Aplicativos de celular enganaram mais de 93.000 pessoas e roubaram pelo menos US$ 350.000 dos seus usuários que pagaram por serviços de mineração de criptomoedas.


 

Esses aplicativos são anunciados como uma forma de ganhar dinheiro com a mineração de criptomoedas, mas ao invés disso, eles cobram do usuário por supostas melhorias e aprimoramentos para melhorar sua taxa de transferência de moeda.

Os golpistas enganaram os usuários por meio da Google Play Store e esses números podem ser acessados no último relatório da Lookout.

De acordo com o relatório, os aplicativos imitavam o front-end de plataformas de mineração na nuvem. O modelo de negócios desses aplicativos é simples, eles só enganam os usuários, fazendo-os pensar que estão realmente explorando criptomoedas.

Os pesquisadores de segurança do Lookout Threat Lab identificaram mais de 170 aplicativos Android, incluindo 25 no Google Play, que estavam ludibriando as pessoas interessadas em criptomoedas.

Amostras de aplicativos CloudScam (acima) e aplicativos BitScam (abaixo) que a Lookout encontrou no Google Play.

Para proteger os usuários do Android, o Google removeu imediatamente esses aplicativos do Google Play.

Caso você queira minerar criptomoedas com o seu celular, tome 5 precauções antes de instalar algum aplicativo.

  1. Conheça os desenvolvedores por trás do aplicativo.
  2. Instale a partir de uma loja oficial. Embora os golpes sejam difíceis de detectar, baixar de uma loja oficial reduz o risco de baixar um malware.
  1. Leia os termos e condições. A maioria dos aplicativos de golpes tem informações falsas ou não tem nenhum termo disponível.
  1. Use as avaliações de outros usuários do aplicativo para seu benefício.
  1. Entenda as permissões e atividades do aplicativo. O aplicativo está pedindo permissões que não precisa para funcionar? Estranho.

Deixe uma resposta

Deixe seu comentário!
Please enter your name here