Core i5 intermediário tem seis núcleos, não tem placa gráfica integrada e custa menos que Ryzen 5 3600


Core i5 10400F é um processador de 10ª geração da Intel lançado em abril de 2020. O componente tem seis núcleos e faz parte da série F voltada para desktops, linha caracterizada pela ausência de placa de vídeo integrada. O modelo intermediário é simplificado por conta disso e fica mais próximo ao Ryzen 5 3600, da rival AMD. O chip é vendido a preços que começam em R$ 1.014 na Amazon. A seguir, levantamos o perfil técnico do Core i5, seu desempenho geral e características para você ter uma ideia melhor sobre o produto.

Ficha técnica Intel Core i5 10400F

  • Lançamento: abril de 2020
  • Preço: a partir de R$ 1.014
  • Velocidade: 2,9 Ghz (base) a 4,3 GHz (turbo)
  • Núcleos/Threads: 6/12
  • Overclock: não
  • Cache: 12 MB em L3
  • Memória: dois canais, até 128 GB de DDR4 a 2.666 MHz
  • Placa de vídeo: não possui
  • Soquete: LGA1200
  • TDP: 65 Watts

O Core i5 10400F é um hexa-core da Intel pertencente à 10ª geração de processadores da marca para desktops. Além dos seis núcleos físicos, a CPU conta com a tecnologia Hyper Threading, que dobra o número de linhas de execução (threads) disponíveis. Segundo a Intel, o chip pode funcionar a velocidades entre 2,9 GHz e 4,3 GHz, em turbo. Em termos de memória interna, o Core i5 vem com 12 MB de cache em L3.

Com relação à RAM, o Core i5 pode controlar até 128 GB de padrão DDR4 e 2.666 MHz em dual-channel. Pertencente à série F de processadores para desktop, o modelo carece de placa de vídeo integrada, exigindo a compra de uma GPU por fora.

Desempenho

O Core i5 10400F concorre no mercado diretamente com unidades Ryzen 5 3500X, 3600 e 3600X. Trata-se de uma concorrência pesada, já que comparativos e benchmarks indicam que os chips AMD levam vantagem em atividades que requerem maior quantidade de núcleos.

O site TechSpot, por exemplo, produziu algumas comparações interessantes, que botam frente a frente Core i5 10400F e Ryzen 5 3600. No benchmark gerado via Photoshop, software de edição de fotos da Adobe, o AMD soma 863 pontos contra 743 da unidade da Intel, resultado que se repetiu levando em conta tempo de renderização de material audiovisual no DaVinci Resolve em 4K.

A provável razão para que o Ryzen tenha se dado melhor nesses testes está na vantagem que processadores da AMD vinham tendo em processamento multithread – aquele que dispara vários núcleos e linhas de execução ao mesmo tempo – diante das opções da Intel nos últimos anos.

Em cenários em que a velocidade de multithread não é tão importante, o Core i5 recupera terreno. As comparações do site, assim como de publicações como o TechPowerUpNotebookCheck e PCMag apontam o Core i5 como superior em tarefas do dia a dia, como produtividade e Internet.

Em games, os resultados variam conforme o título. Mas, no geral, o Ryzen é mais rápido. O TechSpot reporta vantagem do processador da Intel em Battlefield V, enquanto o Ryzen 5 3600 venceu em games como Shadow of the Tomb Raider, Rainbow Six Siege e Far Cry New Dawn.

Consumo

Segundo a Intel, o processador tem uma TDP máxima de 65 Watts. Esse valor mede a quantidade máxima de energia que a CPU dissipa na forma de calor durante o uso sob alta demanda. Como essa é uma energia não aproveitada, é possível ter uma ideia da eficiência do mesmo.

Recorrendo mais uma vez a dados do portal TechSpot, que também levantou o consumo bruto dos processadores, é possível identificar que o Ryzen 5 3600 gasta mais ou menos a mesma quantidade de energia para funcionar. Mas, como entrega perto de 10% mais desempenho, o produto da AMD acaba sendo 10% mais eficiente.

Em todo caso, 65 Watts não são muita coisa – processadores top de linha operam com quase o dobro disso. Como não deve esquentar tanto, o i5 10400F pode ser refrigerado com um cooler padrão sem muito esforço e ruído.

Placa-mãe

O Core i5 10400F possui um soquete tipo LGA1200 e obriga o consumidor a dispor de placa-mãe com esse mesmo encaixe. A plataforma LGA1200 da Intel já é bem estabelecida no mercado e não é difícil encontrar opções de placas de várias marcas no mercado brasileiro.

A mais em conta que encontramos no momento é a Asus Prime H310M-E R2.0, disponível a R$ 469. Similar, a Gigabyte H310M M.2 2.0 custa R$ 494 e compartilha com a alternativa da Asus o mesmo chipset H310. Quem quiser algo mais completo pode recorrer a opções gamer mais caras, como a Asus TUF Gaming B460M-Plus, encontrada a R$ 819 atualmente.

Recursos

O processador da Intel encaixa em uma linha mais intermediária da marca e é destinado ao consumidor interessado em economizar na hora de comprar uma CPU. Sem suporte a overclock e sem placa gráfica integrada, essa unidade pode atender gamers com orçamento mais restrito ou usuários que já possuem uma placa de vídeo de qualidade e dispensam o suporte a overclock.

Preço e concorrentes

O Core i5 10400F já está relativamente defasado pela chegada dos chips de 11ª geração, além de opções mais recentes da AMD – algo que explica preços mais convidativos para o produto. Nas nossas buscas, encontramos o processador saindo por cerca de R$ 1.014 em lojas de boa reputação no mercado de informática e hardware.

Quem está de olho em um processador intermediário como o Core i5 10400F pode recorrer também a outras opções. Nós falamos bastante no Ryzen 5 3600, rival direto do chip Intel e que é encontrado no mercado nacional por R$ 1.304 atualmente. O Core i5 11400F é o sucessor do 10400F na 11ª geração da Intel e também está disponível no território nacional. Na nossa pesquisa de preços, o modelo foi encontrado por R$ 1.189.

Deixe uma resposta

Deixe seu comentário!
Please enter your name here