De cara nova: entenda o novo layout do Instagram, que foca Reels e compras

0

Segundo a empresa, as alterações já poderão ser conferidas pelos usuários a partir desta quinta-feira (12)


 

Há alguns meses, o Instagram vinha testando diferentes interfaces em vários países, mas agora o aplicativo do Facebook bateu o martelo e mostrou as mudanças que serão feitas no layout da página de perfil de seus usuários. As novidades miram no Reels, recurso de criação e exibição de vídeos curtos, e no Shop, que oferece compras dentro da rede social.

Os ícones para criação de conteúdo (símbolo de +) e de registro da atividade do usuário (ícone do coração) foram remanejados. Agora eles aparecem no canto superior direito da tela, ficando ao lado da função Direct (para a troca de mensagens).

Já a barra de navegação localizada na parte de baixo da tela recebe agora duas novas abas, somando cinco: Feed, Explorar (lupa), Reels, Shop (compras) e Perfil.

“Faz tempo que não fazemos mudanças tão significativas no app, mas estamos seguindo as tendências e priorizando o que as pessoas querem ver”, disse a Tilt a diretora de Operações do Instagram para América Latina, Adriana Grineberg.

A empresa afirmou que foram conduzidos testes por meses em mais de 50 países para a definição do modelo escolhido. “Estamos lançando a aba Reels para ser uma espécie de palco, um lugar onde as pessoas podem compartilhar sua criatividade com o mundo e ter a chance de serem descobertas por uma nova audiência”, afirmou Adam Mosseri, diretor-executivo do Instagram, em comunicado.

Aqui é bom lembrar que o Reels surgiu como uma aposta de embate ao TikTok, o aplicativo da moda mais baixado no mundo no primeiro trimestre deste ano— e centro de uma batalha comercial nos Estados Unidos com chance de bloqueio dele no país.

Basicamente, o TikTok oferece a opção de os usuários gravarem vídeos curtos e compartilharem na plataforma. Notou semelhanças? O Facebook chegou a ser acusado de plágio pela ByteDance, empresa dona do TikTok, por supostamente ter copiado funcionalidades que se popularizaram com aplicativo chinês.

A empresa negou. Em agosto, Vishal Shah, vice-presidente de produtos do Instagram, reconheceu as semelhanças, mas disse que “a inspiração para produtos vem de todos os lugares”, incluindo as equipes do Facebook e “o ecossistema de maneira mais ampla”.

Já deu para ver aqui que o Facebook terá um grande desafio pensando em mercado, principalmente com o público jovem, que já invadiu o TikTok há tempos.

Compras dentro da rede social

Já na aba “Shop”, será possível fazer compras diretamente do Instagram. O usuário vai encontrar produtos de perfis de lojas que segue, além de receber recomendações personalizadas, baseadas em seus interesses, e escolhas de editores em uma curadoria organizadas pelo perfil @shop, com vídeos, novas coleções de mercadorias e mais.

“O Instagram se tornou uma grande vitrine, dando visibilidade, inclusive, a pequenas empresas”, afirmou Adriana.

O Instagram, que começou a fazer sucesso pelos filtros para editar fotos, completou 10 anos de existência no dia 6 de outubro. Hoje é uma das redes sociais mais populares do mundo.

Deixe uma resposta

Deixe seu comentário!
Please enter your name here