Golpe usa promoção de cafeteira 3 Corações para roubar dados de usuários

0

Mensagem está sendo disseminada pelo WhatsApp; 196 golpes do tipo estão sendo aplicados por minuto na América Latina nesta semana de Black Friday


Uma falsa promoção está circulando pelas redes sociais prometendo uma cafeteira da marca 3 Corações para as vítimas. O golpe está circulando desde o início desta semana pelo WhatsApp, e ganhou força nesta sexta-feira (27), data em que os consumidores estão em busca de ofertas da Black Friday 2020. A fraude foi descoberta pela empresa de segurança digital Kaspersky, e visa roubar dados pessoais dos usuários que caem no truque.

O golpe é enviado através de uma mensagem que promete uma cafeteira de graça, sem sorteio, para aqueles que acessarem um link e responderem um questionário. A fraude utiliza frases de efeito como “Respondeu, ganhou!” para chamar a atenção das vítimas, demonstrar facilidade no recebimento de prêmios e conquistar a confiança das pessoas para que forneçam seus dados.

Em outra página falsa divulgada no golpe da cafeteira 3 Corações, os criminosos prometem um vale-presente de R$ 2 mil para aqueles que fornecerem dados pessoais, como nome, e-mail, data de nascimento e telefone. Além disso, as vítimas precisariam aceitar o compartilhamento dessas informações com os falsos patrocinadores e divulgadores da campanha em que a 3 Corações estaria dando cafeteiras grátis.

Não tem como perder essa promoção da 3 Corações!!! Não é sorteio, respondeu ganhou! [link malicioso]

Segundo o analista de segurança da Kaspersky Fábio Assolini, com a posse desses dados, os criminosos podem realizar fraudes financeiras, compras online fraudulentas e outros delitos. Além disso, as informações também podem ser comercializadas ilegalmente por empresas de marketing e até utilizadas para clonagem do WhatsApp.

Em comunicado exibido na página inicial do seu site oficial, o Café 3 Corações desmente a falsa promoção de que estaria sorteando cafeteiras. A mensagem reforça que a ação não tem ligação com o grupo, e orienta os usuários a não fornecerem seus dados em links recebidos em grupos do WhatsApp ou por meios diferentes dos canais oficiais da marca.

Brasil no ranking do phishing no mundo

Segundo a Kaspersky, o Brasil é o quinto país mais atacado em golpes desse tipo, chamado de phishing, no mundo. Somente nesta semana pré-Black Friday, atividades fraudulentas desse modelo aumentaram 9% na América Latina em comparação com o mesmo período do ano passado. O relatório da empresa aponta que cerca de 196 ataques são efetuados por minuto na região, sendo a maioria no Brasil.

A análise da empresa identificou alguns sinais que evidenciam fraudes desse tipo, como a utilização de URL suspeitas e a solicitação de que as vítimas compartilhem os falsos questionários com outras pessoas nas redes sociais. “Isso permite que não apenas a mensagem seja disseminada, como aqueles que recebam tenham mais confiança, pois irão receber de um contato próximo, um amigo ou um familiar”, diz Fábio Assolini.

Para garantir compras seguras durante a Black Friday, a recomendação é que as pessoas estejam atentas a esse tipo de mensagem recebida nos mensageiros, e que só façam compras em lojas oficiais, conferindo o endereço URL e a reputação da loja em serviços de reclamação antes de fornecer seus dados pessoais ou bancários.

Deixe uma resposta

Deixe seu comentário!
Please enter your name here