Google pode ser obrigada a vender o Chrome pela justiça americana

0

Na publicação, o jornal da Virgínia cita fontes diretamente ligadas às autoridades que estão atuando na operação.


 

Uma notícia publicada no último sábado (10) no jornal americano Politico revelou que o Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DoJ), em parceria com um grupo de promotores estaduais, está considerando a possibilidade de determinar que a Google venda o seu navegador Google Chrome.

As conversas, reveladas em meio aos preparativos para uma batalha antitruste que o DoJ deverá iniciar nas próximas semanas, podem ser o prenúncio da primeira dissolução de uma empresa americana por ordem judicial em décadas.

Se confirmada, a venda representaria um grande revés para a Google, que utiliza o controle sobre o seu navegador mundialmente popular como plataforma para o mecanismo de busca, ferramenta considerada crucial para manutenção da empresa na liderança do setor de publicidade digital.

Um mercado bilionário

Esse mercado, atualmente controlado pela Google e pelo Facebook, é estimado em US$ 162,3 bilhões. Segundo as fontes ouvidas pelo jornal, embora nenhuma decisão definitiva tenha sido tomada, as discussões sobre como reduzir  o poderio da Google continuam em andamento, contando com a assessoria de experts em tecnologia de publicidade, rivais do setor e editores de mídia.

A proposta agora veiculada é apenas uma entre várias outras que o DoJ deverá apresentar contra a companhia de Mountain View. Embora direcionada à Google, a iniciativa faz parte de um pacote de medidas antitruste que também envolvem a atuação da Amazon, Apple e Facebook.

Deixe uma resposta

Deixe seu comentário!
Please enter your name here