iPhone à prova d’água e tela dobrável: os boatos sobre o futuro da Apple

0

Todo mundo sabe que a Apple tem inovado cada vez menos em iPhones .


 

A empresa costumava estar anos à frente de concorrentes, mas agora tem mais corrido atrás – ainda assim consegue ditar novas modas como foi com o entalhe na tela e a moldura para a câmera. Mas o que a marca prepara para o futuro?

A empresa realizará um evento na próxima terça-feira em que pode – ou não, ainda há uma grande dúvida sobre isso – mostrar a nova linha iPhone 12. Neste texto, contudo, vamos falar de tecnologias que a Apple prepara mais para frente no futuro.

Os novos iPhones 12 devem ter como grande destaque o 5G, mas o que vem depois disso? Saiba abaixo com alguns rumores de futuros iPhones:

À prova d’água

Recentemente se tornou conhecida uma patente de um futuro celular à prova d’água da Apple. Atualmente, os smartphones têm uma resistência a água e poeira, mas nunca chegaram a ser de fato à prova d’água

A patente da maçã, segundo o site Patently Apple, mostra um sistema de ejeção de água que seria semelhante ao que rola nos relógios da companhia. No Apple Watch, os alto-falantes conseguem expelir a água que entra no relógio – e a Apple quer levar isso para os celulares.

Essa tecnologia usa os alto-falantes para emitir sons e vibrações que empurram a água para fora do dispositivo. Baseado na patente, esse sistema conseguiria expelir diferente tipos do líquido, desde água normal de torneiras a até água do mar.

Se colocar isso rapidamente no iPhone, a Apple pode finalmente voltar a inovar e atender a uma das maiores dores de cabeça dos consumidores – problemas com água estão entre os defeitos mais comum que levam smartphones para assistências.

Testes com tela dobrável

Apple já fez patentes de um iPhone com uma tela dobrável, nova tecnologia de celulares que empresas como Samsung, Motorola e Huawei já adotaram em seus aparelhos. Agora, porém, o negócio está ficando mais sério para a Apple.

Segundo o usuário do Twitter IceUniverse, que costuma vazar informações sobre a Samsung, a maçã encomendou para a empresa sul-coreana displays flexíveis para começar a preparar um futuro iPhone com tela dobrável. Vale lembrar que a Samsung já fornece as telas Oled para os atuais iPhones.

Existem diferentes patentes da Apple para isso. Uma é de um dispositivo que se abre com uma tela interna do tamanho de um iPad – como o Galaxy Z Fold 2 – e outra de um celular flip que se abre e fecha na vertical – como o Galaxy Z Flip.

Quando isso pode se tornar realidade ainda éuma incógnita. Alguns sites internacionais apontam que a Apple quer ter um smartphone dobrável já no próximo ano.

Tela de 120 Hz

Esperava-se que os iPhones deste ano já viessem com uma tela com taxa de atualização de 120 Hz, algo visto recentemente na linha S20, Note 20 e Z Fold 2 da Samsung. Contudo, segundo vazamentos internacionais, a tecnologia não ficou pronta a tempo para ser incorporada à produção em massa.

Essa taxa de atualização de 120 Hz faz com que os conteúdos na tela do celular rolem mais suavemente e que os pixels sejam atualizados mais rapidamente. Ela faz diferença principalmente quando o usuário joga games pesados.

O último lançamento da Samsung, o Note 20, chegou com uma taxa de atualização dinâmica – ela pode ser de 120 Hz em jogos mais pesados e de 10 Hz quando o usuário estiver lendo uma notícia. Isso foi feito para que essa taxa gaste menos bateria.

Por sinal, seria curioso ver como essa tecnologia funcionaria em iPhones. Os aparelhos da Apple já carregam fama de não terem uma bateria poderosa e poderiam sofrer ainda mais com a taxa de atualização de 120 Hz.

Câmera sob a tela

Outra patente recente da Apple, segundo o site 9to5Mac, é de uma câmera sob a tela que acabaria com o entalhe que rola desde o iPhone X, lançado em 2017. Essa seria uma grande mudança de design esperada pelos usuários.

Esse recurso faria os sensores da câmera ficarem sob o visor, da mesma forma que já rola com o desbloqueio por impressão digital em vários celulares Android. Dessa forma, a câmera seria minúscula, usando o espaço entre os pixels da tela. Há previsões para que essa tecnologia já apareça nos iPhones de 2021

Quando ela chegar, contudo, é possível que esteja atrasada: empresas chinesas já começam a colocar no mercado celulares com tecnologia semelhante. Entre as que vendem no Brasil, é esperado que a Xiaomi use isso em um dos seu próximos celulares – há especulações também sobre a Samsung adotando a tecnologia no S21.

Deixe uma resposta

Deixe seu comentário!
Please enter your name here