A Diem Association, a associação da criptomoeda do Facebook, anunciou uma parceria estratégica com o banco estadunidense Silvergate Bank.


 

Segundo a Diem, o objetivo da parceria é o lançamento de uma stablecoin lastreada em dólar. Para isso, a Associação se mudará da Suíça para os Estados Unidos.

O acordo divulgado na quinta-feira (13) prevê que o Silvergate Bank será o responsável pela emissão da criptomoeda estável.

Stablecoin do Facebook

Conforme noticiou o CriptoFácil, o sistema de pagamento baseado em blockchain idealizado pelo Facebook anunciou diversas mudanças para atender os quesitos regulatórios e diminuir a incerteza sobre o projeto.

Entre outras coisas, a moeda digital deixou de se chamar Libra e passou a ser Diem. Além disso, o modelo do projeto mudou.

Antes, a ideia era construir uma criptomoeda lastreada em uma cesta de ativos. Agora, a moeda será uma stablecoin lastreada no dólar dos EUA e emitida pelo Silvergate. O banco também será o responsável pela reserva dos dólares da stablecoin.

Enquanto isso, a Diem Network US administrará o sistema de pagamentos em blockchain “Diem Payment Network”.

Embora também tenha deixado suas operações na Suíça para se estabelecer nos EUA, a associação Diem afirmou ter “aproveitado” sua estada no país europeu e prevê que, com a parceria, o projeto sairá do papel.

“Silvergate é um líder em inovação financeira e um parceiro ideal para Diem à medida que avançamos com um sistema de pagamento baseado em blockchain que protege os consumidores e melhora a integridade do sistema financeiro. Esperamos trabalhar com o Silvergate para concretizar essa visão compartilhada”, disse Stuart Levey, CEO da Diem.

Já o CEO da Silvergate, Alan Lane, destacou que o projeto da Diem e sua iniciativa são inspiradores:

“Estamos inspirados pela tecnologia e compromisso de Diem em construir um sistema de pagamento em conformidade com as regulamentações que oferece uma maneira segura de movimentar dinheiro.”

Anunciado como Libra em 2019, o sistema de pagamento apoiado pelo Facebook enfrentou perseguição dos reguladores.

Como consequência, diversos parceiros, como MasterCard, Visa, Spotify, Uber e PayPal se retiraram do projeto.

Deixe uma resposta

Deixe seu comentário!
Please enter your name here