Congresso vota por maioria para aprovar a lei da criptomoeda.


O presidente de El Salvador, Nayib Bukele, cumpriu sua promessa de adotar o Bitcoin como moeda legal. Funcionários do congresso do país centro-americano votaram para aceitar a criptomoeda por uma maioria de 62 dos 84 votos, relata a CNBC.

Pela primeira vez no mundo, El Salvador aceitará Bitcoin como moeda legal junto com o dólar americano em 90 dias, de acordo com a BBC. A lei efetivamente significa que a criptomoeda pode ser usada como pagamento por bens ou serviços, a menos que uma empresa não possa fornecer a tecnologia necessária para facilitar a transação.

Antes da votação, Bukele tuitou que a adoção traria “inclusão financeira, investimentos, turismo, inovação e desenvolvimento econômico para nosso país”. Ele disse anteriormente que a lei aumentaria a inclusão financeira para cerca de 70 por cento dos salvadorenhos que não têm contas bancárias. Também poderia ajudar a acelerar as transferências de dinheiro para o país, que depende fortemente das remessas de migrantes.

El Salvador conhece bem a criptomoeda. Em sua costa, duas pequenas cidades litorâneas conhecidas como El Zonte e Punta Mango formaram economias Bitcoin no ano passado – que viu o dinheiro digital ser aceito para pagamentos de mantimentos e serviços públicos – com a ajuda de um doador anônimo. A decisão de adotar a criptomoeda veio poucos dias depois que o país formou uma parceria com a empresa de carteira digital Strike para construir uma infraestrutura financeira usando tecnologia Bitcoin.

A medida contraria a postura mais defensiva adotada por nações desenvolvidas e emergentes. Tanto a China quanto a Índia impuseram restrições ao comércio de criptografia. Enquanto o Reino Unido , os EUA e a UE estão explorando as moedas digitais do banco central.

Deixe uma resposta

Deixe seu comentário!
Please enter your name here